A tatuagem do Lysandre


Olá docetes e! doces. Bem eu estava participando do concurso do amor doce e essa foi a historia que eu criei. Espero que gostem



A tatuagem do Lysandre
Era um dia normal, tinha acabado de me mudar e estava passeando na rua, quando avistei uma garota. Ela estava atrás de uma folha que vinha em direção a rua, ela parou no meio da pista para pegar a folha que parecia muito importante pra ela, um carro vinha em alta velocidade vi quando ela botou a mão em seus olhos e esperou a batida mais eu a puxei.
Ela agarrou em mim, ~ ela estava gelada e pálida ~  Eu  a levei a um banco debaixo de uma macieira e apoiei sua cabeça em meu colo.
Ela foi abrindo os olhos aos poucos ~ eu sorri ao perceber que seus olhos eram de cores diferente : um azul e um verde. ~
Você me salvou, obrigada! ~ ela estava agoniada procurando por algo ~
Hãã, você viu minha folha?
Sim aqui está , é uma lindo desenho! Qual o seu nome?
O-Obrigada, me chamo Natasha e você como se chama?
Meu nome é Lysandre. ~ ela pegou um lápis e outra folha e começou a desenhar ~
Toma! ~ ela me deu o desenho era um par de asas ~
É lindo mais porque você me deu isto?
Bem você agora é meu anjo da guarda, e ai estão suas asas! ~ela começou a rir ~
Passamos a nos encontra mais vezes naquele mesmo lugar.
Ela fazia seus rascunhos em um pequeno bloco de notas. Então eu resolvi lhe dar uma prancheta.
 Comprei um presente pra você!
Jura, oque? ~ eu entreguei o presente e ela ficou muito feliz , com aquele pequeno sorriso que pra mim já era muito! ~
B-Bem anjo, eu preciso te falar algo!
Pode dizer!
Minha mãe está doente e vou precisar passar duas semanas na casa da minha tia com ela.
N-Nossa, tanto tempo assim, não sei se vou aguentar mais... É sua mãe.
~ela me abrasou ~ Que bom que você entende meu anjo, eu quero que você fique com meu bloco de notas, escreva oque você sentir durante minha ausência e quando eu voltar a gente lê juntos ok?
Tá ok! Isso é uma promessa não é?
Sim!
Passado duas semanas e eu não via a hora de rever a Natasha, fui todo empolgado para o nosso lugar preferido, o banco debaixo daquela velha macieira.
Ela ainda não avia chegado, esperei o dia inteiro e nada dela.
Durante dois dias não recebi nenhuma noticia dela, foi quando meu irmão chegou com uma carta para mim era da Natasha.
Meu doce anjo por conta da saúde de minha mãe não poderei voltar e irei morar com minha tia. Sinto muito a sua falta, e fique esperto, pois algum dia estarei sentada debaixo da macieira a sua espera.
Eu não acreditava que a garota que eu gostava não estava mais ao meu lado, fiquei com muita raiva e acabei quebrando tudo do meu quarto e junto aos destroços eu avistei o desenho das  asas de anjo o peguei e com ele fiz uma tatuagem, para lembra de suas doces palavra “ Meu Querido Anjo”.


















4 comentários:

  1. O_o wow!
    numa das minhas fics de amor doce a minha filha com o lysandre se chama natasha ( e por sugestão dele, algo como "gosto muito desse nome e adoraria ter uma filha chamada assim" ^^)
    que coincidencia... wtf?

    ResponderExcluir
  2. Wow *-*, essa historia ficou perfeita!!!!

    ResponderExcluir